Autoridade Espiritual

Quero neste artigo te mostrar algo da parte de Deus, uma coisa que muitas vezes não damos a devida importância, uma ordenança do Senhor, não apenas mais um mandamento dEle, um assunto que para muitos é difícil tratar, a submissão às Autoridades, sim, para muitas pessoas é extremamente difícil ser submisso às autoridades que existem em nossas vidas, porém o descaso nesta área pode acarretar diversas conseqüências.

Deus quer que o sirvamos em todas as áreas, seja na vida espiritual, conjugal, nas finanças, enfim, Deus nos quer edificados em todas as áreas para uma vida completa de comunhão com Ele. Não basta, orar, jejuar, falar em mistérios, profetizar, dizimar, ir a igreja, se não formos submissos às autoridades.

Ser submisso significa se sujeitar, respeitar, dar honra, acatar, muitas vezes até se anular. Na prática quem é que gosta de abaixar a “crista” para outra pessoa? Qual esposa que gosta de se sujeitar ao marido? Qual filho que gosta de se sujeitar aos pais? Ainda mais se for adolescente? Qual funcionário que gosta de ser cobrado pelo superior?

O Apóstolo Paulo em sua carta aos romanos no capítulo 13:1-2 ensina que devemos respeitar todas as autoridades, ele não cita esta ou aquela mas sim que nos sujeitemos a todas as autoridades, afinal as que não foram ordenadas por Deus foram permitidas por Ele. Ainda no verso 2 ele nos mostra que quem resiste a tais autoridades resiste a ordenação do Senhor, ou seja, há uma quebra de mandamento e ainda alerta que estes rebeldes atraem pra si condenação.

O motivo que escrevo este texto é para te mostrar amado irmão e leitor a importância deste tema, nós muitas vezes negligenciamos a palavra de Deus, colocamos nossos egos em primeiro lugar, isto desagrada nosso Pai e ainda atrai maldição para nossas vidas.

Posso citar dois tipos de autoridades, são elas as espirituais e as seculares. Dentro das espirituais destaco por exemplo os pastores, presbíteros, cooperadores, líderes de celula, ou qualquer nome que recebam em cada ministério; devemos tratá-los com respeito e honra pois se fizermos isto não estaremos agradando ao homem, mas sim a Deus, estaremos cumprindo um de seus mandamentos.

Talvez para alguns as autoridades espirituais são relativamente fáceis de aceitar, embora muitos são tão arredios, tão rebeldes, que não aceitam nenhum tipo de submissão, estes vivem em derrota, amargando desilusões espirituais.

Acredito que no campo secular é que se torna mais difícil ainda nos submetermos aos nossos superiores, filhos que não obedecem aos pais, esposas que não se submetem a seus maridos, funcionários que desrespeitam seus superiores. Traga à sua mente uma empresa em que um funcionário com quase 30 anos de casa de repente tem que acatar ordens de um gerente recém formado na faculdade, este possui apenas o conhecimento teórico da matéria, enquanto que o primeiro conhece todos os segredos do ofício. Como quase todo jovem no ímpeto de sua juventude pode parecer arrogante ao determinar aos seus subordinados as ordens pertinentes as funções de cada um. Imagine o quão difícil é para quem tem tantos anos de experiência receber ordens de alguém tão jovem e inexperiente? Difícil é, mas para quem tem Deus no coração o faz de bom grado sabendo que está agradando aquele que é dono de toda autoridade nos céus e na terra.

Por que os irmãos acham que muitas pessoas não crescem dentro de uma empresa ou instituição? Muitos por incompetência, mas muitos por não respeitarem a autoridade do chefe, de um supervisor, de um gerente, de um superior hierárquico.

Às esposas eu digo, na verdade não eu, mas novamente Paulo, na carta escrita aos Efésios 5:22-24, ele lhes diz: “sejam em tudo submissas a seus maridos”; permaneçam ocupando seu lugar como vaso mais fraco, o que digo pode parecer um discurso machista mas não é, é a palavra de Deus, foi instituído pelo Senhor, foi decretado por Ele desde o Éden a precedência do homem sobre a mulher, me entenda, não estou diminuindo em nada as mulheres, apenas alertando pois nos dias em que vivemos, vemos uma inversão de valores, as mulheres tomam a frente de tudo, não que elas não mereçam, mas porque muitos homens não assumem seu lugar como sacerdote do lar e por elas não respeitarem a ordenança de Deus.

Já os filhos, sim os filhos, estes são um caso à parte, quem já não foi adolescente? ou “aborrecente” como gostam de dizer hoje em dia. Filhos, jovens, mancebos, a idade da adolescência é uma idade crítica, idade em que a gente não é mais criança e nem adulto ainda, hormônios fervilhando, mudanças corporais, idade que precisamos decidir nosso futuro, decidir o que seremos e faremos pelo resto de nossas vidas, período de conflitos.

Cabe lembrar à você filho, à você filha, jovem, honre seus pais, obedêça-os! É mandamento de Deus, aliás o primeiro mandamento com promessa: “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo; Honra a teu pai e tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” Efésios 6:1-3.

Preste atenção agora na revelação da palavra para sua vida jovem, “Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” este é o segredo da longevidade, honra teus pais e Deus te dará muitos anos sobre a face desta terra.

Certa vez ouvi um relato completamente pertinente ao tema abordado neste artigo sobre a conseqüência da desobediência, do desrespeito à autoridade. Ouvi um pastor contando sobre duas moças que queriam ir para a praia com as amigas e ao pedir à sua mãe; esta como que avisada por revelação negou o pedido das filhas. Indignadas elas resolveram ir escondidas com suas amigas, alguém pode imaginar o desfecho? Pois então, elas foram, e o mar bravio acabou por tragar suas vidas; conseqüências da desobediência, conseqüências de quebrar um mandamento de Deus, não que Ele quisesse isto, mas elas abriram “brechas” para que o inimigo as tragasse.

Minha intenção é despertar você para uma intimidade com o nosso Deus, e te mostrar ferramentas para isto. Cabe a você utilizar estas ferramentas com seu coração aberto para que elas funcionem. Submissão às Autoridades é um tema muito amplo, abrange diversas áreas e pode causar diversos tipos de conseqüências sejam elas espirituais e/ou seculares. É um tema polêmico pois muitas vezes o ser humano tem uma resistência “natural” em se sujeitar a outra pessoa.

Falando em “natural”, lembro a você leitor que quer ser abençoado em todas as áreas de sua vida, que não viva como um homem “natural” ou pior ainda como um “carnal”, de repente você está neste pecado, no pecado da “desobediência”, se quer ser restaurado, se quer restaurar sua comunhão com Deus, onde quer que você esteja, peça perdão à Deus, e na primeira oportunidade, reconcilie-se com seus pais, renda a eles a devida honra, reconcilie-se com seu pastor ou seu líder, entenda-se com seu marido, entenda-se com seu chefe ou superior, lembre-se, mais do que agradar a eles estarás agradando a Deus, e tenho certeza que você irá ver a diferença na sua vida.

“Senhor quebra a minha vida e me faça de novo, eu quero ser… eu quero ser… um vaso novo!”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s