Aonde está a minha vitória ?

Aonde está a minha vitória? quem já não parou para se perguntar isso? Quem já não mudou de lugar, mudou de igreja, de casa. Quem já não viveu infeliz achando que se estivesse em outro lugar, se morasse em outro País, se tivesse outra família, uma outra situação seria feliz. Todos passamos por isso, todos já esperamos a situação mudar para então começarmos a mudar.

Para falar sobre essas nossas incertezas hoje quero tomar como base um texto bíblico que se encontra em 2 Reis 4: 1-7

“1-  Certa mulher, que era viúva de um dos membros de um grupo de profetas, foi falar com Eliseu e disse: – O meu marido morreu. Como o senhor sabe, ele era um homem que temia a Deus, O Senhor. Mas agora um homem a quem ele devia dinheiro veio para levar os meus dois filhos a fim de serem escravos, como pagamento da dívida.

2- Eliseu perguntou : – O que posso fazer por você? Diga! O que é que você tem em casa? – Não tenho nada, a não ser um jarro pequeno de azeite!- respondeu a mulher.

3- Eliseu disse: – Vá pedir que seus vizinhos lhe emprestem muitas vasilhas vazias.

4- Depois você e os seus filhos entrem em casa, fechem a porta e comecem a derramar azeite nas vasilhas. E vão pondo de lado as que forem ficando cheias.

5- Então a mulher foi para casa com os filhos, fechou a porta, pegou o pequeno jarro de azeite e começou a derramar o azeite nas vasilhas, conforme os seus filhos iam trazendo.

6- Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela perguntou se havia mais alguma.

– Essa foi a última! respondeu um dos filhos.

Então o azeite parou de correr.

7- Ela foi e contou ao profeta Eliseu. Aí ele disse:

– Venda o azeite pague todas as suas dividas. Ainda vai sobrar para você e os seus filhos irem vivendo.”

Muito já conhecem essa história, sobre a viúva e a multiplicação do azeite, o que vou falar aqui não e nada do que você já não tivesse ouvido antes.

Onde está a minha vitória? confesso que por vezes tenho vontade de buscar ela em um lugar diferente do que estou agora, sempre que uma situação adversa bate a minha porta, parece mais fácil fugir a enfrentar o problema. Queremos encontrar saídas, fugir do lugar que nos entristece, que nos  frustra, não me entenda mal não tenho nada contra mudança, mas uma vez ouvi uma missionária(irmã Marta Santos) dizer que Deus não tira ninguém da luta derrotado. Uma coisa bem diferente é mudar e tentar progredir outra é fugir de uma situação.

Pense nisto quais tem sido seus maiores impulsos ultimamente, o que é maior sua vontade de vencer, ou , sua vontade de fugir?. A história acima conta sobre uma mulher que tinha tudo para tentar fugir, era viúva e corria o risco de perder seus dois filhos. Ela poderia ter corrido para outro lugar, mas ao invés disso sua atitude foi contar seu problema para quem podia solucionar ele.

Quantas vezes passamos por situações que consideramos injustas, situações que nos sentimos incapacitados, então pensamos em desistir. Quantas vezes já não pensamos assim eu desisto dessa vitória, vou atrás de outra e assim sucessivamente.  Mas o segredo que aprendo ao ler esse texto é que a vitória não esta em um lugar, a vitória não é limitada a uma instituição, uma profissão, uma faculdade, uma pessoa, a sua vitória esta na sua casa, sua vitória está em você, com você. Essa é a vitória que Cristo dá, quando entendemos isso não importa para onde iremos e o tempo que demore, sua vitória estará la, lá em Genêsis 12: 2 parte b Deus disse a Abraão: ” E tu serás uma benção”. Abraão foi um homem próspero diante do Senhor independente da situação e local em que estava vivendo, ele era a benção.

Ao lermos a história da viúva percebemos que ela foi até o profeta, mas a fonte para vitória dela já estava em sua própria casa. Perceba que para realização do milagre o profeta Eliseu serviu apenas como um orientador, mas a atitude quem teve que tomar foi ela, dentre as quais posso destacar três.

  1. A viúva tomou a sabia atitude de contar os seus problemas para quem podia realmente ajudar, ela não perdeu tempo fofocando, lamentando. Ela foi atrás de uma solução, nessa hora ela não focou o problema.
  2. A agiu com obediência ao profeta e foi tomar vasos emprestados. Para o tamanho do milagre dela não bastava os vasos que ela tinha casa, ela teve que pedir emprestado. Não tenha vergonha de pedir oração, vá a igreja pedir vasos emprestados, participe de um grupo de oração.
  3. A solução do problema da viúva não estava nos vasos e sim no azeite, o vazo era apenas o instrumento para armazena-lo , na hora do milagre ela chamou os seus filhos   e fechou a porta sobre si. A realização do seu milagre foi em particular, ela teve que encher os vasos. Muitas vezes estamos até acostumados em pedir ajuda, pedir oração, um apoio financeiro e vivemos com isso como se fosse tudo, mas Deus quer te dar mas que apenas vasos emprestados, ele quer encher. Deus quer mais do que te dar bênçãos emprestadas ele quer te dar sustento.

A bíblia diz que a viúva vendeu o azeite, e ainda sobrou azeite o suficiente para ela viver com seus filhos. Deus deu a ela muito mais do que ela pediu, ela pediu para o profeta o pagamento de uma divida. Deus lhe deu além, lhe deu o pagamento e garantia de sustento e vida. Isso é o que Deus tem a fazer por nos, ele quer nos transformar em benção, ele quer se manifestar através de nossas vidas, com bênçãos permanentes e não momentâneas.

 

 

 

Deus te deseja vencedor

vencedorAs vezes a vida não é como queremos, as vezes não temos o controle total dos nossos feitos, não temos controle daquilo vai nos fazer feliz, não temos o controle total sobre o nosso relacionamento, sobre nossos filhos, sobre nosso emprego, sobre nossos desejos, sobre nossa felicidade, e no meio desse jogo da vida as vezes nos encontramos com uma barreira, nos encontramos com uma muralha intransponível que nos impede de avançar, crentes ou não, servos de Deus ou não, homens, mulheres, todos nós passamos uma hora ou outra por problemas, o segredo de ser um servo de Deus não é a garantia de não ter problemas ou provas mas de como passar por eles, àqueles que não tem Deus em seu coração a prova se torna muito mais difícil, muito mais árdua, intensa e infindável, é neste momento que surgem as depressões, os complexos de inferioridades, os vícios, a prostituição, a inveja a morte, porém os que estão alicerçados na rocha tem um escape, tem um ombro amigo a noite onde suas lágrimas são derramadas e então temos aquela resposta suave vinda de Deus “aguente mais um pouco, está acabando”.

Mas existe na casa de Deus algumas pessoas tristes, pessoas que pelo tamanho da provação tem perdido a vontade de trabalhar na casa de Deus, a vontade de louvar, a vontade de crescer; falar que devemos orar, que devemos lutar, que devemos seguir em frente não importa o que aconteça é fácil quando o problema não é com a gente, dizer  você vai conseguir, dizer não desista, é fácil quando o deserto não é o nosso, posso falar isso por experiência, quando chega a nossa vez é que entendemos, que compreendemos, quando chega a nossa vez é que então percebemos o quanto é difícil glorificar, o quanto é difícil lutar, o quanto é difícil erguer a cabeça e olhar para cima, a minha vez chegou, e então pude perceber como era penoso, refletia como o ano havia se esvairido entre minhas mãos e quantas coisas eu não pude realizar e tudo que havia perdido, foi então que em um culto que o Espírito Santo me disse: ” Deus te deseja vencedor”, bem assim, nestas palavras, Deus deseja que eu e você sejamos vencedores, DEUS TE DESEJA VENCEDOR! Ele quer que sejamos vitoriosos, sejamos o centro, que sejamos a referência, que sejamos vitoriosos mesmo na derrota, que em pé ou caídos sejamos vencedores.

Deus sempre quis, e sempre  vai querer o nosso melhor, Deus não quer que sejamos apenas um, não quer que você seja apenas mais um da igreja no meio de apenas outros, Deus quer que você seja VOCÊ, o irmão, a irmã, a diferença, e Ele nos dá todos as chances para isso, temos que compreender que depois da tempestade vem a bonança, que depois da noite vem o dia, e que depois do choro vem o sorriso, Deus só prova aqueles que Ele quer aprovar, é a sua vez agora, aguente firme, enquanto isso, tire proveito, aprenda, cresça, há duas formas de ver a mesma situação, como vitória ou como derrota, você escolhe, Deus quer que você enxergue a vitória no meio do deserto enquanto o inimigo quer te fazer murmurar e parar dizendo que não é possível, temos este exemplo quando o povo escolhido mandou doze espias para a terra prometida para trazer informações sobre ela, dez deles voltaram e disseram, temos que voltar, pois na terra há cidades com grandes muralhas e vilarejos onde habitam gigantes homens de guerra, os outros dois destes espias disseram: ide e avançamos e tomemos por posse a terra que nosso Deus tem nos dado; uma mesma situação e duas visões diferentes uma visão de derrota e uma visão vitoriosa, e como sempre a maioria sempre enxerga o que é negativo, eu não posso, eu não vou aguentar, eu não vou conseguir…

Deus te deseja forte, perseverante, vencedor, eu não entendo os seus pensamentos, nem sei a sua maneira de trabalhar, e isso é obvio pois não há como a criatura contender com o Criador, mas o que sei que como Criador ele me ama mais do que tudo, Jesus esteve aqui para nos mostrar isto, morrendo por nós. Mas então o que devemos fazer, devemos ser como os dois espias, ide e avancemos tomemos a terra que Deus tem nos prometido. Ide avancemos vamos tomar a nossa vitória das mãos do inimigo, vamos lutar, vamos vencer, mas como? Fazendo aquilo que o inimigo nos havia tirado o ânimo para fazer, é hora de levantar a cabeça, de arregaçar as mangas, de batalhar, a vitória esta aí, bem mais perto do que você e eu imaginamos, Deus já nos deu.

Temos nossos talentos, temos nossa vida, e principalmente temos nosso Deus conosco, que nos ajuda, que nos guarda, pedi pedi e dar-se-vos-á, é o momento de pedir a Deus mas de batalhar por isso também, temos que fazer, temos que orar, temos que lutar, temos Deus conosco, chorar o passado, se entristecer com o que já passou, remoer a derrota o amargo não nos fará nada, nosso Deus é o Deus do presente, é o Grande eu SOU, sabe porque ele se diz Eu Sou e não eu fui, eu era ou eu irei ser, ou os três juntos, é porque Ele É, Ele é o Deus de agora, e sempre será o Eu Sou, pois ele é o presente, Ele é o nosso presente, o nosso Deus, está aí neste exato momento ao seu lado, esperando que você se levante e que comece a mudança agora mesmo, esperando apenas uma autorização sua dizendo: ” Deus entra em minha vida, me faz um vencedor”.

Ser vencedor não é ter dinheiro, não é a prosperidade, não é ter tudo o que o mundo pode imaginar, pois tudo isto é apenas uma pequena parte do que Deus dá para àqueles que o amam, mas não chega nem aos pés do que um vencedor de Cristo merece, que é a vida eterna, gozo, paz e alegria.

Um novo ano se aproxima, ele pode ser igual a este que você passou, pode ser pior do que este, ou você pode tomar a decisão agora mesmo de entregar-se a Deus de alma e coração, de passar com ele pela prova sem reclamar, de segui-lo e de ser muito mais do que vencedor e perceber que para vencer não é necessário muito, basta apenas querer, Ele já te disse você vai vencer, então vença.

Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. (Rm 8:37)

Restitui

O que foi que o inimigo te roubou? O que foi que ele tirou de você? Sua alegria? Seu nome? Sua família? Sua vida financeira? Sua paz? Talvez você se encontre hoje perdido e sem esperanças, pois o inimigo lhe tirou algo que lhe fez perder os sonhos; porém eu tenho uma palavra de ânimo para você, existe um Deus no céu que pode mudar o rumo da sua história, um Deus que pode renovar as suas esperanças.

Há momentos na vida que Deus permite que o inimigo toque nas nossas coisas para que tenhamos uma experiência mais real e verdadeira com Ele, como aconteceu com Jó que perdeu tudo o que tinha, ou como Sunamita que teve seu filho morto em seu colo. Talvez seja essa sua situação, é crente fiel, temente a Deus e se desvia do mal com fazia Jó e hoje vive uma situação de perdas e derrotas, e nessas horas você começa a procurar os erros, pedir perdão por todos os pecados (os que você lembra ou não) e não consegue entender como isso pode estar ocorrendo em sua vida. Porém quero te dizer que este não é o fim da história, esta tribulação é passageira (II Coríntios 4:17), e o Tempo de restituição vai chegar a sua vida assim como chegou à vida de Jó e na Vida de Sunamita.

Mas a momentos em que as perdas chegam as nossas vidas por causa das nossas atitudes, como aconteceu com Jonas que estava no barco indo para um caminho contrário ao que o Senhor lhe ordenara por isto o barco em que Jonas estava foi assolado e todos que estavam lá tiveram perdas (Leia Jonas 1). Talvez hoje você esteja vivendo como Jonas, andando em um caminho contrário ao de Deus e por esse motivo a tempestade vem te atormentando, neste percalço houveram perdas e você já esta vivendo no ventre do peixe, sem esperanças nenhuma de sobreviver a isso. Jonas ao conhecer a misericórdia de Deus clamou do ventre do peixe:

“Na minha angústia clamei ao Senhor, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz.
Porque tu me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado por cima de mim.
E eu disse: Lançado estou de diante dos teus olhos; todavia, tornarei a ver o templo da tua santidade.
As águas me cercaram até à alma, o abismo me rodeou, e as algas se enrolaram na minha cabeça.
Eu desci até aos fundamentos dos montes: os ferrolhos da terra correram-se sobre mim, para sempre; mas tu livraste a minha vida da perdição, ó Senhor, meu Deus.
Quando desfalecia em mim a minha alma, eu me lembrei do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no templo da tua santidade.
Os que observam as vaidades vãs deixam a sua própria misericórdia.
Mas eu te oferecerei sacrifício, com a voz do agradecimento; o que votei pagarei: do Senhor vem a salvação.” (Jonas 2: 2-9)

Talvez hoje a sua oração seja como a de Jonas, uma oração de profunda tristeza e angustia, mas a bíblia diz que Deus não rejeita um coração quebrantado (Salmo 34: 18).

Em Joel podemos ler sobre uma grande seca que assolou o povo de Israel, fala sobre dias de tristezas e angústia onde o povo de Deus perdeu tudo quanto tinha, entretanto neste mesmo livro também encontramos a chave da vitória.

“Ainda assim, agora mesmo, diz o Senhor: Convertei-vos a mim, de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto.
E rasgai o vosso coração, e não os vossos vestidos, e convertei-vos ao Senhor, vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em beneficência, e se arrepende do mal…

…Então o Senhor terá zelo da sua terra, e se compadecerá do seu povo…

…E RESTITUIR-VOS-EI os anos que foram consumidos pelo gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a aruga, o meu grande exército que enviei contra vós.
E comereis abundantemente e ficareis satisfeitos, e louvareis o nome do Senhor, vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo não será mais envergonhado” (Joel 2: 12-26)


Sou Grata pelos 9

Há alguns anos atrás me lembro que meu tio chamado Pastor Josué Carlos dos Santos fez uma pregação sobre o jardim do Éden. Nesta pregação ele comentou sobre como entrou o pecado no mundo, a serpente quando incitou Eva a errar ela utilizou a mesma artimanha que hoje faz muitos crentes murmurarem. O diabo mostrou a Eva à única coisa do Jardim do Éden que ela e Adão não podiam tocar e fez Eva pecar dizendo que Deus era injusto por não lhe permitir provar do fruto da árvore proíbida (Leia Gênesisa partir do versículo 3).

Da mesma forma o inimigo trabalha hoje na vida das pessoas, às vezes de dez coisas que almejamos Deus nos concede nove, mas nós continuamos murmurando e reclamando da vida por aquela uma coisa que não recebemos ao invés de agradecermos pelos nove. Devemos olhar com atenção para a vida que temos, pois muitas das vezes deixamos de lado partes preciosas de nossas vidas por causa de uma situação que nos é contraria.

Quantas pessoas que não prestam mais atenção nos filhos por causa de um relacionamento abalado ou perdido e acaba não dando atenção para aquilo que ainda tem de precioso, quantos pais saem de casa para fugir dos problemas abandonando a família, quantas vezes não valorizamos os momentos alegres, pois carregamos nosso problema por todo o lugar. Sei que muitas vezes não é fácil encontrar motivos para sorrir em meio às dificuldades, entretanto devemos buscar no Senhor forças para prosseguir. A bíblia diz  que para cada dia basta o seu mal(leia MT 6:34), devemos confiar o nosso caminho ao Senhor e procurar enxergar tudo de bom que Ele nos concede.

Eva precisou sair do Éden para ver que lá ela era feliz mesmo sem comer do fruto da arvore proíbida. Devemos tomar cuidado com nossas ações para não perder a benção que Deus nos deu por não saber dar valor a Ela, por esse motivo temos que tentar todos os dias agradecer e valorizar os nove que Deus nos dá.

 

A língua – Um órgão que abençoa, mas também amaldiçoa

Queridos hoje quero falar de um órgão nosso que pode ser usado para abençoar a vida de alguém, mas este mesmo órgão pode amaldiçoar também. A língua.

Fica aqui minha pergunta, como você tem usado a sua língua?

Você tem abençoado ou amaldiçoado os que te rodeam?

Gostaria que os irmãos examinassem a Palavra de Deus no livro de Tiago 3:5-10, observem que de nossa boca provém benção e maldição, então devemos nos policiar nas nossas palavras, devemos pedir sabedoria ao Senhor antes de abrirmos nossas bocas.

Muitas vezes chamamos nossos pais, filhos, amigos, cônjuges, até mesmo os inimigos de nomes que mesmo inconscientemente estamos atraindo coisas malignas na vida daquelas pessoas. Muitos tem mania de chamar os filhos de “burros”, de “peste”, vocês podem não perceber, mais tudo que a gente fala no mundo natural reflete no mundo espiritual. Lembrando que nas Sagradas Escrituras existe uma passagem que diz que tudo o que é ligado na Terra é ligado no céu, ou seja, se você abençoar uma vida através de tua língua, isto irá se refletir no mundo espiritual, agora se você proferir palavras de maldição, pode ter certeza também que haverá forças apostas, prontas para colher suas palavras e usá-las contra você ou conta quem você amaldiçoou.

Uma frase maldita ao teu filho na infância pode criar um trauma permanente na vida da criança, já ouvi muitas vezes pais dizendo a seus filhos que eles eram indesejados, que não foram planejados, que a vida seria diferente se não os tivessem concebido, pode parecer besteira mais este tipo de coisa fica incutido na cabeça de uma criança, criando às vezes sequelas e mágoas difíceis de se apagar.

Certa vez ouvi uma mensagem, uma ilustração a respeito da língua onde um patrão chega para sua empregada e a manda ir até o açougue para comprar a melhor carne que ela encontrasse. Pouco tempo depois a empregada volta com o pedido e para espanto do patrão ela vem com uma peça de língua e mostra a ele. Indignado ele pergunta: “Eu mandei você comprar a melhor carne do açougue e você me vem com língua?” A empregada responde: “Sim patrão, eu trouxe língua porque ela pode ser usada para abençoar a vida de alguém”. O patrão acaba sendo convencido e come a língua neste dia. Alguns dias depois o patrão se dirige para sua empregada e faz um novo pedido, mas desta vez usa um outro artifício pois acreditava que se pedisse a melhor carne do açougue já sabia o que sua empregada iria trazer, então ele a manda de novo ao açougue mas desta vez pede que ela traga a pior carne do açougue. Novamente a empregada volta do açougue trazendo mais uma peça de língua. Mais perplexo ainda e “entrando em parafusos” ele pergunta a sua empregada: “Mulher, você está querendo me confundir? Quando eu peço para você me trazer a melhor carne do açougue você me traz língua, então te peço para trazer a pior carne do açougue você me traz língua também?” Novamente a empregada responde ao seu patrão: “Eu trouxe língua novamente porque da mesma forma que ela pode ser usada para abençoar alguém, ela também pode ser usada para amaldiçoar, por isso que ela pode ser a melhor ou a pior carne do açougue”. Mais uma vez desconcertado o patrão acata o raciocínio da empregada e acaba comendo a tal da língua.

Por isso meus amados quero que reflitam sobre como tem usado este órgão que Deus te deu, se tem usado para bênção ou maldição, pare um instante e examine seu interior, aprenda a usar sua língua, peça sabedoria a Deus para usá-la corretamente.

Use sua língua para adoração ao Senhor, para abençoar sua família, seus amigos, seus companheiros de trabalho, caso não consiga de uma olhada no que diz a palavra de Deus e Isaías 6:5-8, entre no teu quarto fale com Deus, peça a Ele que envie um de seus anjos para tocar seus lábios com uma brasa de fogo e te purificar e se fores suficientemente ousado diga a Ele: “Eis-me aqui, envia-me a mim.”